Creio que, com o tempo, merecemos que não haja governos [Borges]

Inês Lourenço

Estimulante colectânea de pequenas narrativas

«Recebi ontem e já acabei de ler esta estimulante colectânea de pequenas narrativas, que nos fazem viajar com gosto e eficácia pela ambiência açoriana. Numa linguagem escorreita e contida, mas plena de referências cultas, numa associação poé…tica entre o concreto e o intangível, vemos desfilar perante os nossos olhos, diversos tipos humanos, cheios de singularidades. Mesmo as vizinhas, as beatas, os velhos baleeiros, os pequenos tendeiros, os eruditos decadentes, comunicam-nos uma espécie de nobreza e probidade, entranhados no fundo marítimo da paisagem insular. Diversos pontos de vista, desde o olhar infantil até aos cambiantes da vida adulta, nos aparecem, numa mansa mas vivaz sabedoria.»

Inês Lourenço, poeta (6 de Junho de 2012)

Capa Carlos-Alberto-Machado