Creio que, com o tempo, merecemos que não haja governos [Borges]

DOCÊNCIA EM MOÇAMBIQUE

Carlos Alberto Machado terminou a sua estadia de mês e meio em Moçambique, onde esteve como Bolseiro do Centro Nacional de Cultura (Portugal), para uma fase de preparação da escrita do seu próximo romance, intitulado Mal Nascido, cuja com acção se situa em Moçambique e em Portugal.

Carlos Alberto Machado – que é Licenciado em antropologia e Mestre em sociologia da comunicação e cultura – retribuiu o apoio realizando duas Oficinas de Escrita do Texto Teatral, uma de 3 dias na Escola Portuguesa de Moçambique/CELP (para alunos do 11º e 12º anos), outra na ECA-Escola da Comunicação e Artes (da Universidade Eduardo Mondlane), de 5 dias, para alunos finalistas do curso de teatro. Ainda nesta Escola e Universidade, deu uma Aula de Antropologia da Performance (de que é especialista), a convite do professor Eugénio Santana e do Director da ECA Rogério Manjate. Todas estas aulas não tiveram quaisquer encargos para as escolas. Antes, a 10 de Setembro, Carlos Alberto Machado dirigiu na AEMO-Associação dos Escritores Moçambicanos, uma sessão sobre a escrita teatral contemporânea, depois da apresentação da sua obra pelo escritor, ensaísta e professor, radicado em Moçambique, António Cabrita. Ele mesmo e a actriz Ana Magaia leram poemas do último livro de poesia do autor, Registo Civil (editado pela Assírio & Alvim).

Carlos Alberto Machado editou em Moçambique, em 2008, nas “caixas Acácia”, da Escola Portuguesa de Moçambique/CELP, a peça teatral Hamlet & Ofélia; com a mesma chancela, sairá muito em breve outro texto seu para teatro, o monólogo Hoje Não Há Música. Espera-se que o romance Mal Nascido venha a ser publicado por uma das editoras sedeadas em Maputo.

Os comentários estão fechados.